Desafio Mundo Perfeito – Meu mundo Imperfeito

tamires

No meu mundo perfeito o céu seria verde. Pensando bem, verde não combinaria tanto com os raios do sol, então azul. Excelente. Teria lagos e riachos e por todo lugar flores, muitas flores, onde entre elas poderia correr até o infinito, deitar e ver o lindo céu estrelado, muitas estrelas. No meu mundo perfeito a lua estaria ao meu alcance e dançaria sob ela. Poderia voar.

Lá também tem árvores para se balançar, dormir, colher teus frutos, e se esconder da chuva. Ah! A chuva! Gotas de água iguais aos do meu riacho que cairiam do céu, mataria minha sede e refrescaria meu enorme jardim de deslumbrantes flores.

Existiria amor, algo que inventei para que cada pessoa, raças e nações se importassem uns com os outros sem saber o porquê, apenas queria ver o teu próximo bem. Lá no meu mundo perfeito tem alguém que sempre me faz sorrir, e com o mesmo alguém todos os dias apreciaria meu gracioso céu.

Tudo isso me parece maravilhoso, o ápice do impecável. Mas não seria apenas “meu mundo perfeito”, mas sim “nosso”.

Todos esses detalhes que belos são, pena não existir. Ou sim, existem, apenas não temos a capacidade de observar tal perfeição.  Lamentável ver que algo maior que eu já criou meu mundo perfeito, apenas não tive tempo para perceber pois, provavelmente estava escondida atrás de paredes e telhados, compromissos e atrasos, entre a inveja e o egoísmo.

Notei que o céu já é azul, olhei pra ele e vi estrelas, tirei alguns minutos do meu dia para contemplá-las, mas o brilho da maioria é ofuscado pelas luzes da cidade. Meus lagos e riachos estão prejudicados por algo que costumam chamar de “sobras”. As flores existem, mas são tão poucas. Alguns não podem correr entre esta escassa quantia de flores, e outros se preocupam em sujar seus cabelos ao deitar e admirar o céu.

O que me deixa contente, é saber que a lua está ao meu alcance, e ainda posso voar, é só fechar os olhos e acreditar. Todos os dias passamos por aquele “alguém” que sempre nos faria sorrir, mas nosso individualismo nos impediu de nota-lo. Quando a chuva cai, fechamos portas e janelas, quando deveríamos apenas nos molhar, e o amor, está praticamente abandonado.

Qual foi minha falha ao criar este universo magnífico? Prefiro acreditar que nada disso existe, e ainda estou vivendo no meu mundo perfeito…

 

 

Tamires Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s