Desafio Mundo Perfeito – Aceite

matheus

Nascer, ser criança, brincar, crescer, viver a adolescência, estudar, badalar, casar, realizar-se profissionalmente, ter filhos e viver feliz para sempre. Esse é o sinônimo da busca constante pela felicidade. Cumprir todos os ritos impostos desde os mais primórdios tempos.

Não há dúvidas que todo ser humano quer ter uma vida repleta de alegrias e realizações. Mas será mesmo que a felicidade é uma regra que deve seguir a linha do tempo? Será mesmo que a felicidade é uma fórmula universal que funciona para todos os tipos de pessoas e estilos de vida? Será que eu quero casar e ter filhos? Será que quero ser feliz pra sempre? Não! Eu sou a ovelha-negra da família e da sociedade em que vivo, quero fugir dos ritos, rótulos, tradições, convencionalismos e tudo que me diga como devo prosseguir.

O ser humano tem mania de generalização e engana-se profundamente, cada pessoa encontra e sente a felicidade de um jeito singular, seria ignorância tentar resolver um problema de Pitágoras com a Fórmula de Bhaskara, exatamente assim é na vida, nem tudo cabe para todos.  Até aí tudo bem, pessoas distintas podem ter opiniões distintas, mas o problema vem à tona quando achamos que a nossa verdade é a verdade suprema e absoluta, quando nos tornamos fanáticos de nossos próprios ideais. É preciso compreender que eu gosto de A e fulano de C, que eu sou feliz casado e sicrano é feliz solteiro, que eu sou feliz na balada e meu amigo é feliz em casa, que meu irmão é feliz jogando videogame e eu futebol, que meu vizinho é feliz gay e eu sou feliz hetero, assim por diante.

Parece uma estória meio batida e clichê, mas o que seria do branco se o mundo inteiro preferisse o preto? Na vida não existe regras nem generalizações, cada pessoa vive no seu universo, que pode sim, ser completo e absurdamente diferente do meu. Lembre-se do grito da revolução francesa: “Liberdade, igualdade e fraternidade.” Esse seria o mundo perfeito.

Matheus Laurini

Anúncios

Uma resposta em “Desafio Mundo Perfeito – Aceite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s